Pular para o conteúdo principal

A descoberta da gravidez (2º filho) ...

Esta semana, mais precisamente dia 08/09/2016, fez exatamente 01 ano que fiz o teste de gravidez (beta HCG) confirmando que estava a espera do meu segundo filho.
Como o tempo passa rápido de mais, hoje ele já esta com 4 meses e meio, gordinho, cheio de saúde, e não imaginamos mais nossa família sem ele.
Bom... me lembro que há  um ano atrás aguardei minha menstruação atrasar mais de uma semana para depois fazer o teste e como tem um laboratório na rua da minha casa então preferi fazer logo o exame de sangue, do que fazer aqueles testes de farmácia, não que não sejam seguros, mas... queria ter absoluta certeza do que estava acontecendo.
Fui fazer o exame acompanhada da minha irmã , e o resultado sairia no mesmo dia por volta das 17 horas e poderíamos retirar pela internet sem a necessidade de retornar ao laboratório.
Era um dia chuvoso e geladinho, nunca vou me esquecer do misto de medo e ansiedade que estava sentindo naquele dia.
O desejo de ter o segundo filho já estava em nosso coração mas não estávamos completamente decididos e nem planejando.
E para piorar a situação a energia acabou por volta das 16 horas, desci 11 andares de escada para biscar meu filho mais velho no colégio, e depois subimos os 11 andares novamente, uffa.
Quando acabava a energia era normal ficarmos algumas horinhas sem, mas depois ela voltava ao normal, mas dessa vez foi diferente, ela só voltou ao meio dia do dia seguinte.
Ficamos sem internet, sem telefone, fiz janta no escuro, e fiz um "acampamento" com meu filho na sala (ele não gosta de escuro), mas foi um momento divertido entre mãe e filho, porém não preguei o olho aquela noite, tamanha era minha ansiedade afinal não pude pegar o resultado do exame.
Depois que a energia voltou, fomos colocando as coisas em ordem aos poucos, mas a ansiedade me consumia, não conseguia comer direito, fiquei muito agitada, e eu estava meio resfriada, mas não queria tomar nenhum medicamento antes de receber o resultado do exame, então fiquei a base de chá de limão e mel.
Apesar do atraso de 8 dias exatamente, eu tinhas sintomas típicos de TPM, tipo: dor de cabeça, sensibilidade nos seios, barriga inchada e irritabilidade.
Fui fazer o exame mesmo pelo atraso porque não era normal todos aqueles dias em meu ciclo.
Pedi para minha irmã imprimir o exame e deixar com a minha mãe, que quando eu fosse levar meu filho ao colégio eu passava lá para buscar. Faltava coragem de entrar no site, aguardar a página carregar e descobrir o resultado.
Fui na casa da minha mãe, e ela me recebeu com os olhos marejados, já sabia que ali estava meu positivo, peguei o exame e li aquele numero grande confirmando que eu estava novamente grávida, bem que estes exames poderiam ser mais objetivos informando positivo ou negativo, mas aparece estes números que muitas vezes deixam algumas mamães confusas, mas não tinha como duvidar daquele numero.
Agora era dar a noticia ao meu marido e filho a noite, ele seria promovido então a irmão mais velho, e dar inicio ao pré-natal.
Não divulgamos imediatamente para toda família e amigos pois preferimos aguardar as 12 primeiras semanas, por precaução.
Assim começava então nossa jornada rumo ao segundo filho !!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legume…

Mamadeira X copinho

Graças a Deus  estamos chegando aos 6 meses de amamentação exclusiva, e pensei muito, pesquisei sobre o assunto e me informei com a pediatra a decidimos oferecer ao Tiago o copinho de transição ao invés da mamadeira.
Como ele não pegou chupeta e está mamando exclusivamente no peito achei que não deveria oferecer o bico da mamadeira pra ele, uma mistura de medo dele largar o leite materno e ao mesmo tempo já me antecipo pensando como será para ele largar a mamadeira um dia mais pra frente.
Então escolhemos alguns copinhos, tanto com bico de silicone como com bicos mais duros para ele tomar sucos e água em dias muito quentes de verão, já que o leite materno tem a quantidade adequada de água pro bebe, vai de mãe pra mãe e de acordo com a pediatra oferecer ou não água.
Assim ele já treina a coordenação motora e a boquinha para que futuramente tome líquidos  sozinho no copo normal.
Essa é a minha opinião, lembrando que cada mãe faz o melhor para o seu filho de acordo com o que pensa e acr…

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…