Pular para o conteúdo principal

Nascimento do Mateus...

A cesárea foi marcada para o dia 23/06/2007, um sábado as 9 horas da manhã.
Segundo meu médico era mais seguro agendar uma cesárea para 38 semanas do que aguardar entrar em trabalho de parto, o que poderia demorar até 42 semanas.
Pois o Mateus estava pequeno para a idade gestacional, placenta calcificada e eu tomei quase 2 meses  de medicação para segurar o parto.
Hoje já se passaram 9 anos, não sei se era mesmo indicação de cesárea ou conveniente para o médico, mas fui confiante no trabalho dele.
Aquela madrugada que antecipava o parto foi tensa para mim, não conseguia dormir nada, as contrações voltaram afinal eu estava a uma semana sem tomar medicação,  talvez o Mateus pudesse ter nascido de parto normal.
Internei as 7 horas da manhã e fui preparada pelas infermeiras para o parto.
Meu marido entrou para assistir ao parto e meu pai estava na recepção aguardando notícias.
Recebi a anestesia, sinceramente não senti muita dor Não, e começaram a cirurgia.
O Mateus nasceu exatamente as 9:39 da manhã, com um choro estridente, recebeu nota 9/9 de apgar, nasceu pesando 2,400 e 44 cm (graças as vitaminas e dieta super calórica).
Veio para os braços do papai, tiramos foto com ele e foi levado para o berçário onde tomaria banho e seria feito os primeiros exames.
Enquanto isso o meu médico terminou a cirurgia e fui para a sala de recuperação .
A anestesia pra mim demorou cerca de 3 horas para passar e fui levada para o quarto onde recebi meus filhos nos braços, e encontrei com minha família.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legume…

Mamadeira X copinho

Graças a Deus  estamos chegando aos 6 meses de amamentação exclusiva, e pensei muito, pesquisei sobre o assunto e me informei com a pediatra a decidimos oferecer ao Tiago o copinho de transição ao invés da mamadeira.
Como ele não pegou chupeta e está mamando exclusivamente no peito achei que não deveria oferecer o bico da mamadeira pra ele, uma mistura de medo dele largar o leite materno e ao mesmo tempo já me antecipo pensando como será para ele largar a mamadeira um dia mais pra frente.
Então escolhemos alguns copinhos, tanto com bico de silicone como com bicos mais duros para ele tomar sucos e água em dias muito quentes de verão, já que o leite materno tem a quantidade adequada de água pro bebe, vai de mãe pra mãe e de acordo com a pediatra oferecer ou não água.
Assim ele já treina a coordenação motora e a boquinha para que futuramente tome líquidos  sozinho no copo normal.
Essa é a minha opinião, lembrando que cada mãe faz o melhor para o seu filho de acordo com o que pensa e acr…

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…