Pular para o conteúdo principal

Produtos para a hora do banho...

Meus produtos favoritos para a hora do banho do meu bebe são...

Escolhi uma banheira tradicional e não aquelas banheiras altas com trocador.






Quando tive o Mateus não existia essas esponjas para colocar no fundo da banheira para o bebe não escorregar, já com o Tiago ganhei de presente,  usei e super aprovei.
Os bebês  são tão escorregadios quando recém nascidos né... que medo de dar banho neles, e realmente está esponja foi de extrema importância, me senti mais segura.



Outro produto que  não pode faltar de jeito nenhum é o termômetro para banheira,  super importante pois ele é mais preciso na hora de medir a temperatura da banheira porque a agua pode estar mais quente ou mais gelada pra pessoas diferentes, aqui em casa mesmo, eu e o marido sempre discordávamos da temperatura da água kkkkk.



Quando o Tiago era recém nascido eu sei banho nele com o sábado jhonsons da cabeça aos pés próprio para bebês recém nascidos, é muito delicado e especial para a pele sensível do seu RN.



Depois passei a usar o sabonete  em barra Dove baby, cremoso, hidratantes na medida certa e um cheirinho irresistível.



Para os cabelinhos usos o shampoo da linha bebe natureza, ganhei de presente e me apaixonei pela linha.



Toalha bem gostosa, e que enxugue bem o bebe pós banho é super importante também.



Aqui estão minhas dicas pra vcs na hora do banho com seu bebe.
Até a próxima: -)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legume…

Bolsa do bebê...

Bom... eu escolhi uma malinha maior para levar as coisas da maternidade porém escolhi uma bolsa mais prática e compacta para carregar no meu dia a dia.
Aqui vou dividir com vocês os principais itens, na Minha opinião.
Sempre levo fralda, a quantidade vai depender da quantidade de horas que ficaremos fora de casa, lenços umedecidos e pomada pra assadura.
Como essa bolsa também é da mamãe eu levo minhas coisinhas junto, como carteira, documentos, etc...
Levo também uma fralda grande e algumas fraldinhas de boca, troca de roupa sempre, também vai depender da quantidade de horas que passaremos fora e do clima que está  fazendo.
Alguns estados aqui no Brasil faz todas as estações no mesmo dia... então o ideal é levar pelo menos duas trocas uma mais fresquinha   e uma mais quentinha.
Babador, água, frutinhas vai depender da idade do seu bebe, hoje o meu está com 6 meses de idade.
Levo um cueiro se precisar forrar algum lugar para colocar ele ou proteger de um brisa leve, para ventos mais…

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…