Pular para o conteúdo principal

Mala maternidade

Quando eu estava com 8 meses de gestação fomos conhecer a maternidade onde ganharia nosso bebe, hospital e maternidade Santa Joana no bairro Paraíso em SP capital.
Lá eles me entregaram uma lista onde estava descrito as coisas que eu deveria levar na mala do bebê e na mala da mamãe.
Estava descrito que para o bebe eu deveria levar 6 trocas de roupas completas e um chale ou cobertor dependendo da estação, itens de higiene não eram necessários pois a maternidade disponibilizava.
Para a mamãe deveria levar 3 camisolas ou pijamas e os itens de higiene pessoal.
Pois bem... segui a risca o que a maternidade havia solicitado, e é claro que exagerei um pouquinho.
Levei para o Meu bebe 6 trocas de roupas completas, ou seja, macacão,  body,  calca, meia , Luva e gorrinho.
Como estava calor mas já estávamos no outono optei por levar uma manta de lã e um xale de malha.
Levei uma toalha de banho e alguns produtos para ele mesmo a maternidade dizendo que não seria necessário.
Coloquei na mala fraldas de pano, a roupinha de saída maternidade,  o quadrinho da porta, lembrancinhas e a almofada de amamentação.
Para mim eu levei 3 trocas de roupa Para dormir é super confortáveis, toalha de banho, itens de higiene como sabonete, shampoo, escova e pasta de dente, escova de cabelo, etc... mesmo que a maternidade disponibilize é sempre bom estar com as suas coisinhas e seus cheirinhos por perto né.
Usei absorventes noturnos,  não vi a necessidade de comprar aqueles para pós parto.
Sutiã de amamentação, calcinhas de malha mais altas e confortáveis, não usei conta pós parto  ( falo sobre isso melhor no post sobre o meu pós parto).
E por último chinelos,  um de pano para o quarto e um de borracha.
É claro que não usei tudo o que levei mas achei importante levar tudo o que me deixasse segura, porque se precisasse estaria a mão .
Uma dica importante que não usei na primeira gestação mas usei na segunda e foi super útil foi separar as roupinhas do bebê em saquinhos próprios para isso e coloque etiquetas com o nome do bebê e o número da troca de roupa, assim facilitou ao papai e as enfermeiras na hora de trocarem o bebe.



Espero que este post seja útil a você que está nesse momento de ansiedade e preparação para conhecer seu grande amor.
Até a próxima: -)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legume…

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…

O carrinho do bebê!!!

Escolhemos o carrinho com bebê conforto da marca Cosco travel.
Para nós está foi a melhor opção, custo X benefício.
É um carrinho relativamente barato, se vocês compararem os carrinhos de bebe que  estão na moda.
Porém gostei muito dele e tem atendido e muito minhas expectativas.
Ele é um carrinho que tem três posições de regulagem no acento, totalmente deitado, meio sentado e sentado.
Ele é leve, fácil montagem e abre e fecha com facilidade também.
Possui uma cestinha para carregar objetos da mamãe em baixo, uma capota que protege o bebe do sol e vento, e que também tem um bolso onde pode ser guardado algumas coisas mais a mão.
Duas rodinhas que se movem conforme a direção, e duas rodas fixas com freio, a alça pode ser virada , ou seja, vc pode transportar o bebe olhando para a rua ou pra você.
Escolhi o modelo que acompanha o bebe conforto, ideal para sair da maternidade, acoplar no automóvel e encaixa perfeitamente no carrinho.
Quando chegamos da maternidade eu usei a noite o …