Pular para o conteúdo principal

Pós parto...

Coisas que ninguém te conta sobre ter um bebê...
Não tenho a experiência do parto normal pois passei por duas cesáreas,  Mas pelo que ouvi as mamães dizem que após o parto estão exaustas, se sentindo fracas,  com dores por todo o corpo, inclusive na região íntima, mas que a recuperação é mais rápida.
Bom vou falar aqui das minhas experiências.
Cesárea é uma cirurgia de grande porte onde envolve a saúde física da mamãe e do bebê,  tive duas cesáreas necessárias e devidamente indicadas pelos médicos para salvar a vida dos meus filhos, mas não sou contra a cesárea sou a favor dela pois hoje em dia são poupadas vidas através desse procedimento.
Bom... no primeiro parto eu não sabia o que estava me esperando, era tudo novidade, a anestesia não doeu nada, o procedimento foi super tranquilo, após lei a hora de cirurgia fui Para a sala  de pós operatório onde vc aguardo até voltar completamente da anestesia e te levam para o quarto.
Dessa vez tive meu primeiro filho as 9:39 da manhã e só me deixaram levantar e sair da cama, tomar banho, no dia seguinte as 7 horas da manhã, fiquei assustada... mas enfim...
Retirar a sonda não é nada agradável, a retirada do curativo e dar de cara com aquele corte enorme também não é nada bom.
Levantar pela primeira vez após o parto é complicado, pernas trêmulas, senti fraqueza,  enjoo, quase não consegui tomar banho direito e as enfermeiras me ajudaram.
Só de estar cheirosa novamente e com um pijama confortável eu já me sentia uma nova mulher.
Todas essas sensações foram passando aos poucos.
Amamentar é complicado apoiando o bebê na barriga onde tem a incisão da cesárea o ideal é uma ótima almofada de amamentação.
Essa cesárea foi com pontos, então após 9 dias do parto fui ao consultório do meu médico para rerira-Los, esses primeiros dias foram complicados, sentia muito desconforto pra fazer tudo, mas depois que os pontos foram retirados tudo melhorou.
O incrível é que qualquer pessoa principalmente os homens; se passarem por uma cirurgia vão ficar deitados em uma cama recuperando, levantando somente pra ir ao banheiro, mas as mamães não,  além da dolorida recuperação vem Para casa com um lindo pacotinho nos braços totalmente dependente de seus cuidados.
No segundo parto a diferença foi que a anestesia doeu de mais, o corte foi colado então não fui retirar os pontos,  só retornei ao consultório com 20 dias Par a o médico verificar se estava tudo certinho.
Eu já sabia tudo que me esperava então levantei pela primeira vez com mais calma e mais confiante, os primeiros dias em casa foram mais tranquilos porém acho que dessa vez os pontos demoraram mais pra cicatrizar e a cicatriz não esta tão discreta como da primeira vez.
O pós parto também envolve hormônios e sentimentos, a mulher está carente, se sente fragilizada,  uma alegria imensa em ter seus filhos nos braços mas ao mesmo tempo aquela vontade de chorar, aquela insegurança de Saber se você irá dar conta de tudo o que vem pela frente, uma coragem de leoa pra cuidar do seu bebê mas ao mesmo tempo o corpo cansado do trabalho de parto ou da cirurgia  que passou.
Se você que está lendo essa postagem é mamãe ou está grávida saiba que não está sozinha , todas passamos por isso e posso te afirmar que vai passar, tudo passa e novas fases virão.
Mas se você é alguém da família dessa gravidinha ou nova mamãe, apoie ela em todos os momentos, menos críticas,  menos conselhos e sugestões, nesse momento não é a hora certa, agora  é o momento de abraçar e acolher .
Sou eternamente grata a Deus por ter gerado minhas duas riquezas e a minha mãe por ter cuidado de mim no pós parto, enquanto as visitas só tinham olhos para o bebê, minha mãe estava ali pra cuidar de mim, e hoje sinto na pele o amor que ela tem por mim.

Até a próxima...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legume…

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…

O carrinho do bebê!!!

Escolhemos o carrinho com bebê conforto da marca Cosco travel.
Para nós está foi a melhor opção, custo X benefício.
É um carrinho relativamente barato, se vocês compararem os carrinhos de bebe que  estão na moda.
Porém gostei muito dele e tem atendido e muito minhas expectativas.
Ele é um carrinho que tem três posições de regulagem no acento, totalmente deitado, meio sentado e sentado.
Ele é leve, fácil montagem e abre e fecha com facilidade também.
Possui uma cestinha para carregar objetos da mamãe em baixo, uma capota que protege o bebe do sol e vento, e que também tem um bolso onde pode ser guardado algumas coisas mais a mão.
Duas rodinhas que se movem conforme a direção, e duas rodas fixas com freio, a alça pode ser virada , ou seja, vc pode transportar o bebe olhando para a rua ou pra você.
Escolhi o modelo que acompanha o bebe conforto, ideal para sair da maternidade, acoplar no automóvel e encaixa perfeitamente no carrinho.
Quando chegamos da maternidade eu usei a noite o …