Pular para o conteúdo principal

Introdução alimentar !!!

Em minha segunda gestação eu estava decidida a amamentar, então me preparei muito bem pra viver esse momento, você pode acompanhar esse assunto no post sobre amamentação.

Graças a Deus e para minha alegria chegamos ao marco de 6 meses de amamentação exclusiva. Só leite materno, nada de água, chás e nem sucos, o leite da mãe é o suficiente para matar a sede e fome do seu bebê.

Pois bem... após os 6 meses o bebê deve começar a comer frutas e papinhas salgadas.
A pediatra do meu filho me orientou a começar pelas frutas por uns 15 dias e depois inserir as papinhas salgadas.

Na gestação eu tinha muita curiosidade sobre o método BLW, pesquisei muito sobre isso, tirei dúvidas com a pediatra, mas sinceramente meu bebe está com 6 meses e 6 dentinhos, então ele morde pedaços grandes dos alimentos e acabei ficando insegura em aplicar esse método que consiste no bebe se alimentar sozinho, ou seja, você oferece para ele pedaços grandes de alimentos, cozidos "al  dent" no caso de legumes e ele pega com a mãozinha e se alimenta, assim ele tem contato com a textura, cheiro, cor, e sabor, e decide quanto colocar na boca, qual alimento é o seu preferido e qual não gosta.

Super apoio quem aderiu a este método e se você mamãe que está lendo está interessada pesquise mais sobre o assunto e se prepare para administrar esse método com seu bebê.
Porém aqui estou relatando minhas experiências como mãe, eu ficava tensa cada vez que  dava um pedaço de alimento na mao do meu filho e acredito que essa tensão não fará bem nem a mim e nem a ele.

Começamos pelas frutas, a banana amassadinha, mamão também amassado, maçã e pêra raspadinha e suco de laranja Lima.

Meu filho aceitou bem quase todas as frutas, exceto a banana que até agora rle faz careta e cospe todas as colheradas.

O suco de laranja Lima sem açúcar e sem coar , porque ele esta tomando naqueles copinhos de transição, onde os furos são maiores do que a mamadeira.

O melão não estava na lista autorizada pela pediatra mas o bebe viu o irmão comendo e não resisti em dar a ele para experimentar deu um pedaço na casca mesmo , ele fez a maior sujeira mas adorou a fruta.

Após 15 dias começamos  com as papinhas salgadas.

Eu optei por papinhas pela insegurança  Minha ao método BLW  porém eu não queria oferecer ao meu filho uma papinha com tudo misturado, formando aquela "gororoba " de cor homogênea r sem gostos definidos.

Então faço assim... cozinho frango ou carne na panela de pressão, depois retire o pedaço de carne que vou ocupar em outra refeição e acrescento os legumes para cozinhar naquele caldinho, após amolecer eu retiro do caldo e amasso separadamente e ofereco ao meu filho.

Assim acredito que tem a proteína da carne no caldinho e os legumes ficam com seus sabores individuais onde ele pode observar diferentes gostos, cheiros e cores,  no momento ainda não da pra saber a textura porque estou oferecendo na colher, mas a medida que  ele crescer vou ver se fico mais segura em oferecer na mãozinha dele ou se ele se adaptou as papinhas.

Não podemos esquecer que  cada bebe tem sua particularidade e  cada mamãe faz o melhor para seu filho.

Volto aqui daqui um tempinho para fazer outro post sobre como está a alimentação por aqui.

E continua a livre demanda do leite materno, ou seja, chorou é peito, e nos intervalos sempre leitinho da mamãe.



Até a próxima...

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Amamentação...

A amamentação é um assunto super delicado, não é tão fácil como parece é um sonho de muitas mamães, por isso resolvi contar minha experiência pra vcs.
Quando meu primeiro filho nasceu eu li várias matérias sobre amamentação, perguntei tudo ao meu médico e achei que estava preparada para amamentar meu filho, mas a 9 anos atrás a internet é esse mundo de mamães blogueiras não estava assim em alta.
Eu estava enganada... meu filho nasceu, la na maternidade as enfermeiras "ensinaram" meio sem paciência como era a amamentação, era meu primeiro filho, eu estava com uma mistura de sentimentos, insegurança, ansiedade, muito amor,  apaixonada por aquele novo ser, mas o pós parto trás sentimentos que ninguém te conta na gravidez.
E meu bebe Mateus era um recém nascido meio afobado e sem paciência, ele chorava com fome, eu oferecia o peito pra ele e ele sugava (mas meu leite demorou pra descer) e ele não tinha paciência e continuava a berrar, a médica nos orientou a dar um pouco de le…

O carrinho do bebê!!!

Escolhemos o carrinho com bebê conforto da marca Cosco travel.
Para nós está foi a melhor opção, custo X benefício.
É um carrinho relativamente barato, se vocês compararem os carrinhos de bebe que  estão na moda.
Porém gostei muito dele e tem atendido e muito minhas expectativas.
Ele é um carrinho que tem três posições de regulagem no acento, totalmente deitado, meio sentado e sentado.
Ele é leve, fácil montagem e abre e fecha com facilidade também.
Possui uma cestinha para carregar objetos da mamãe em baixo, uma capota que protege o bebe do sol e vento, e que também tem um bolso onde pode ser guardado algumas coisas mais a mão.
Duas rodinhas que se movem conforme a direção, e duas rodas fixas com freio, a alça pode ser virada , ou seja, vc pode transportar o bebe olhando para a rua ou pra você.
Escolhi o modelo que acompanha o bebe conforto, ideal para sair da maternidade, acoplar no automóvel e encaixa perfeitamente no carrinho.
Quando chegamos da maternidade eu usei a noite o …